Arquivo de etiquetas: proteção civil

Proteção Civil alerta para vento forte

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Mafra lançou um alerta para vento forte até ao final do dia de sexta-feira, 15 de abril.

 

É esperado um agravamento das condições meteorológicas, prevendo-se vento forte de sudoeste – principalmente no litoral, com rajadas de 80 km/h, acompanhado de chuva.

 

A Proteção Civil de Mafra acrescenta que podem ocorrer danos em estruturas e quedas de ramos ou árvores devido ao vento mais forte.

 

Por isso, aconselha a tomada de medidas preventivas, com a fixação de estruturas, ter especial atenção na circulação e evitar comportamentos de risco.

 

Alerta de mau tempo

A Proteção Civil de Mafra emitiu um comunicado relativamente ao agravamento das condições meteorológicas entre hoje e segunda-feira:

 

«O Serviço Municipal de Proteção Civil de Mafra informa que vai haver um agravamento das condições meteorológicas atuais entre os dias 8 e 11 de janeiro, especialmente, nas regiões a norte do rio Tejo, Minho e Douro Litoral.

 

Para o Concelho de Mafra, prevê-se precipitação persistente com picos de maior intensidade (> 10 mm/h) durante sexta-feira e domingo, cujos acumulados podem ultrapassar os 200 mm neste período; vento a soprar forte com rajadas na ordem dos 90 km/h, no litoral, e 100 km/h, nas terras altas, e agitação marítima na costa acidental com ondas até 5 metros.

Consequentemente, é expectável que o piso fique escorregadio e se formem lençóis de água. Há possibilidade de ocorrências de cheias rápidas em meio urbano por acumulação de águas pluviais e/ ou insuficiências dos sistemas de drenagem bem como de inundações por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis. Alerta-se ainda para os possíveis danos em estruturas montadas ou suspensas, acidentes na orla costeira e queda de ramos ou árvores em virtude do vento mais forte.

 

Devido às previsões do estado do tempo, a Proteção Civil recomenda à população a tomar medidas de prevenção adequadas, tais como:

- Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
– Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;
– Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
– Ter em especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atenta para a possibilidade de queda de ramos ou árvores devido ao vento mais forte;
– Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente, pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando o estacionamento de veículos na orla marítima;
– Estar atenta às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.»

 

Mafra integra “Aqua LX 2015”

A Proteção Civil de Mafra está a participar no exercício “Aqua LX 2015”, organizado pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa.

 

É um simulacro que tem como cenário um episódio de condições meteorológicas adversas que afetam os 16 municípios do Distrito de Lisboa.

 

Pretende “testar os procedimentos previstos no Plano Distrital de Emergência e avaliar as ações de ativação e funcionamento da proteção civil na ocorrência de incidentes graves”, lê-se num comunicado da Cãmara Municipal de Mafra.

 

O cenário criado” é fictício, mas foi baseado nos eventos reais de precipitação intensa nos anos de 1967 e 1983, no episódio da ciclogénese explosiva de dezembro de 2009 e no galgamento e inundação em zonas costeiras ocorridas em janeiro de 2014”.

 

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Mafra “desempenha um papel preponderante no desenvolvimento deste exercício, não só por garantir a coordenação de socorro e apoio às operações no escalão municipal, mas também por possuir competências e meios logísticos para sustentar e apoiar o Posto de Comando Distrital, nomeadamente o heliporto municipal”.

 

O exercício começou na segunda-feira e termina esta quinta-feira.