web analytics

Ericeira: “Estamos todos ‘ao deus-dará’”

As palavras são de António Franco, pescador da Ericeira, sobre as atuais condições de trabalho dos profissionais da pesca.

 

O excesso de areia continua a impedir as embarcações de irem ao mar: “Não saímos desde Novembro do ano passado. Isto está impraticável”.

 

Querem avançar para o Tribunal Europeu, tal como dizem as placas que espalharam pela praia e montes de areia em protesto. Os barcos têm bandeiras negras em sinal de luto.

 

A autarquia já realizou algumas operações de dragagem mas volta tudo ao mesmo, porque, segundo António Franco é preciso tirar a areia da praia para o mar não a colocar no porto. Porque o mar está a colocar a areia no porto por a praia estar cheia”.

 

A última atualização governamental, feita na anterior legislatura, apontava para Abril o início das obras de recuperação do Porto de Pesca da Ericeira, que, António Franco diz ser “uma mentira. Não há nada. Nem está o concurso realizado”, acusa.

Foto: jornal “O Ericeira”

 

 


22 de Março de 2016
Esta entrada foi publicada em Notícias, Notícias Locais com as tags , , . ligação permanente.



Deixe o seu comentário





Publicidade